Horta Comunitária

 

A Horta Comunitária é um espaço criado para a prática da horticultura de lazer, para os munícipes de São Pedro do Sul. É um espaço onde as associações, escolas e famílias se podem inscrever e cultivar produtos hortícolas e frutícolas, como a alface, tomate, couve, espinafre, repolho, alho, cenoura, entre outras verduras, legumes e frutas de rasto (morango, melão), assim como plantas medicinais e aromáticas.

Na sua disponibilização e apoio às tarefas de ordenamento, apela-se à prática de uma Agricultura Biológica e Sustentável, ou seja, assente no MPB – Modo de Produção Biológico, incentivando-se assim uma alimentação mais saudável, livre de químicos e de aditivos artificiais, característicos dos produtos que compramos nos hipermercados. Constituem, por isso, uma forma de melhorar a nossa saúde, poupando dinheiro.

A Horta Comunitária teve a sua génese na parceria estabelecida com o projeto CLDS “São Pedro do Sul”, em março de 2011, tendo sido implementada em terreno da Misericórdia, em plena cidade de São Pedro do Sul.

Este projeto de economia social e de envolvência comunitária é importante para quem gosta de cultivar mas não tem um espaço para tal. Possibilita o cultivo de produtos cuja sua produção beneficia o orçamento familiar, sendo contudo, apenas permitida a utilização para consumo próprio e não comercialização.

 

Objetivos:

  • Estimular a prática da agricultura biológica como atividade de lazer;

  • Difundir uma alimentação saudável com legumes e pequenas frutas anuais, provenientes da produção agrícola biológica e mesmo tradicional;

  • Alertar e instruir o público-alvo para a valorização e defesa da natureza;

  • Interligar e aproximar o espírito comunitário nas atividades agrícolas e de animação;

  • Difundir atividades ambientais aos núcleos familiares;

  • Educar e potenciar as regras e técnicas da Agricultura Biológica, inserido no conceito da compostagem doméstica.

 

Onde marca a diferença:

  • Disponibilização de talhão de terreno cultivável +/-30m2;
  • Inscrição aberta a qualquer munícipe desde que se comprometa a respeitar as regras de MPB;
  • Implementação de um Galinheiro Comunitário;
  • Apoio em tarefas associadas: limpeza dos limites do terreno e áreas não utilizadas, manutenção das linhas e pontos de rega;
  • Incentivo à compostagem.

 

Inscrição e Admissão

Para se inscrever deverá consultar o Regulamento Interno disponível nos serviços administrativos da Misericórdia e preencher os dados solicitados na ficha de inscrição.